domingo, 17 de novembro de 2013

[O MELHOR DO MEU DIA] OS ALMOÇOS NA ALDEIA

Em dias de sol, como o de hoje, ouço esta música. Conduzimos até à aldeia para o almoço de domingo. Família toda reunida em volta da mesa. Travessa de carne saída do forno a lenha da minha mãe. Saborosa. O pão sempre bom do Sr. Manuel, o padeiro, que ainda entrega o pão pelas portas. Castanhas, muitas castanhas, assadas e quentinhas. Vozes a falar todas ao mesmo tempo, como se todos tivessemos tanto para contar. Gargalhadas, confidências, preocupações de pais pelos filhos, pela filha que saiu dali. Folhas que não param de abandonar as árvores, quase despidas. Pai a pedir fotos, em todos os sítios e junto a todas as árvores. "Estás com a roupa de trabalho", alerta-lhe a minha mãe. Mas ele não se importa e "exibe-se" para a máquina como se tivesse com o fraque mais luxuoso do mundo. Mãe numa correria a encher-nos a mala do carro. Frutas, legumes, carne, ovos. "É tudo daqui, tudo biológico", diz ela orgulhosa e de sorriso na cara. 
O sossego do campo ainda é o que era. A felicidade de quem lá vive também. Mas, sobretudo, a felicidade de quem lá vive porque quer lá viver e em mais parte nenhuma do mundo.












5 comentários:

ML disse...

Que fotos maravilhosas! Adorei mesmo!

andorinha disse...

Estas cores de Outono fazem magia :)

Raquel Caldevilla disse...

Que maravilha de fotografias... Fazem-nos viajar :)*

andorinha disse...

Pois fazem. É como uma viagem ao mais simples de Portugal :)

Taras e Manias disse...

que fotos lindas. as florzinhas roxas super delicadas parecem amor perfeitos...são?

Sonia
Taras e Manias