terça-feira, 23 de agosto de 2016

As minhas férias e uma novidade

Estive 3 semanas de férias, que terminaram ontem de manhã. Não estive ausente do mundo, mas quase. Não li grande coisa, nem livros, nem revistas, nem blogues. Também vi pouca televisão. Gostava de percorrer as imagens do Instagram mas não o fazia diariamente. Facebook nem pensar, cada vez gosto menos.
A primeira semana foi passada no calor tórrido de Monte Gordo. Quase não pus os pés no caldinho de água que não nos abandonou. Já fui de mergulhos e não regressar à toalha de cabelo seco. Mas agora ligo pouco. Também já fui de me esticar ao sol à espera que os raios me preenchessem todo o corpo, já de si moreno. Mas agora mal saio da minha toalha e debaixo do guarda-sol.
A segunda e terceira semana foram passadas por aqui (entenda-se Porto e arredores). Praia (mais fria mas suportável); visitas a museus; algumas fotografias para salvar o 2º verão da nossa menina.
Este tempo de pausa (adoro esta expressão e tinha de a usar. Li-a vezes sem conta nos blogues onde entretanto já actualizei a leitura), não foi uma ideia minha. Vou reformular. Este tempo de pausa foi quase uma imposição.
 
A novidade (entrem os tambores, estenda-se a passadeira vermelha) é que estou grávida de 15 semanas (faz hoje) e, nestas últimas semanas, tive: descolamento de placenta; exames ao sangue que detectaram problemas de tiróide; marido a ter de tratar de tudo, e pegar em tudo, e suportar tudo; arranjar uma empregada; empresa para passar a ferro; uff. Agora está tudo bem. Quer dizer, mais ou menos. A placenta começou a colar mas a tiróide talvez esteja aqui para durar. Veremos nos exames e consultas e que avizinham.
Tirando os dias menos bons, mantenho a cabeça erguida.
Não foram umas férias de sonho. Mas também não foram más de todo. Vi a minha filha crescer, começar a comer tudo o que comemos, devorar arroz e pão. Entrar no mar sem medo. Fazer bolos de areia pela primeira vez.
Nem todos os dias são perfeitos. Vocês sabem bem que não. Mas depois há aquela mão pequenina a agarrar a minha e há aquela voz doce de menina que aponta para a minha barriga e diz “bébé” e dá beijinhos. E isto é tudo.


7 comentários:

Rita Rodrigues disse...

Muitos parabéns! E que tudo se desenrole com tranquilidade e serenidade :) Descobri o seu blog por "acaso" mas hei-de cá passar mais vezes, adorei os textos.

Lovely disse...

Ohhh parabéns parabéns...já tinha saudades vossas. De saber de vocês. Que máximo ... Adorei a novidade. Bjinhos vai dando notícias

ML disse...

Que novidade tão boa! Que tudo corra muito bem e que os percalços estabilizem para gozares a barriguinha como mereces! Muitos parabéns!

andorinha disse...

Muito obrigada pelas vossas palavras :) Eu vou dando noticas deste meu estado de graça.

AMOR XXS disse...

Muitos, muitos parabéns. que noticia tão boa :) Espero que corra melhor daqui para a frente, pensamento positivo :)

Supimpona disse...

Muitos parabéns e que tudo corra bem até ao final da gravidez ;)
Os filhos são sempre o nosso porto seguro nas afetividades e emoções :)
Beijinhos

raquel disse...

Muitos parabéns!
As maiores felicidades*