terça-feira, 24 de novembro de 2015

aproveitar

Esta que vos escreve faz amanhã 36 anos. Por isso, durante o dia de hoje, tenciono gozar ao máximo os meus 35 anos. Considero que passar dos 35 para os 36 é envelhecer mais do que 1 ano. É mais do que isso. É como passar dos 29 para os 30 ou dos 39 para os 40. Há toda uma diferença este 35 e 36. Não é que ligue à idade, porque não ligo. E se me perguntam, repondo de imediato, sem rodeios nem receios, nem com a típica e parva pergunta: “que idade me dás”? Mas sinto que a partir de amanhã tudo vai ser diferente. Ou não!
Nasci num domingo, às 12h30, aquela hora em que a fome começa a apertar e já se comia qualquer coisinha, um assado por exemplo que afinal era domingo. Parto normal, gravidez saudável. Ou quase, e passo a contar. A minha mãe teve rubéola. Um susto, um grande susto, principalmente porque não havia ecografias (se calhar havia, mas não estava acessível a todos) nem exames específicos para perceber a gravidade do assunto. Ela deixou tudo ao cuidado de uma divindade em que ela acreditava, Deus. Houveram rezas, súplicas, terços a rodar pelos dedos ao som da ladainha das avé marias. Houve, sobretudo, esperança. E eu nasci, saudável, gordinha, cabeleira farta, pele escura de índia (agora sou mais clara, mas no verão ficou bem preta na praia, e não preciso de muito sol).
Hoje penso nisso, nessa esperança que ela teve e na coragem de avançar com tudo, enfrentando as palavras menos boas dos médicos, os alertas para o que poderia acontecer. Hoje penso nisso e agradeço-lhe por ter confiado na sua intuição, no seu amor por mim, no seu Deus.
35, quase 36, e estou aqui mulher feita. Também eu sempre cheia de esperança. Positiva, acima de tudo (tirando os dias em que não sou!). E isso agradeço a ela, minha mãe, e ao meu pai. Sempre sobrevoou naquela casa uma alegria imensa e a certeza que o amanhã iria ser ainda melhor que o hoje.
 
Sinto que a partir de amanhã tudo vai ser diferente. Ou então não!

 

2 comentários:

Lovely disse...

Parabéns um dia muito feliz. Este ano com sabor especial . Um bjinho grande. E sim o amanhã será sempre melhor. Pensamento positivo sempre.

SimpleHappy disse...

Feliz aniversário, cheio de alegria e esperança! Um beijinho.